Integração entre a Atenção Básica e a Atenção Especializada para o enfrentamento do câncer bucal no Espírito Santo

Resumo: O câncer de cabeça e pescoço (CCP) é o sexto mais comum mundialmente e responsável por 177.384 mortes ao ano,
sendo que para o Biênio 2018/2019 são estimados 410 novos casos no Espírito Santo (ES). Apresenta alta taxa de
morbi-mortalidade com elevados índices de recidiva e sobrevida de 50% em 5 anos. Isto deve-se principalmente ao
diagnóstico tardio decorrente de dificuldades de acesso aos serviços de saúde e das limitações técnicas das equipes
de saúde para realizarem a detecção precoce. O estudo exploratório pesquisa-intervenção de abordagem
quali-quantitativa objetiva elaborar estratégias efetivas de detecção precoce do câncer bucal no Sistema Único de
Saúde do ES com base no diagnóstico epidemiológico e estudo de custo da doença, promovendo uma maior
integração entre a Atenção Básica e a Atenção Especializada para o enfrentamento do câncer bucal no Espírito Santo.
O diagnóstico epidemiológico será realizado com informações obtidas no banco de dados do Estudo InterCHANGE
(2011-2021) e o estudo de custo será norteado pelas diretrizes do Ministério da Saúde/Rede Brasileira de Avaliação de
Tecnologia em Saúde a partir de dados secundários extraídos do DATASUS. Médicos, cirurgiões-dentistas e agentes
comunitários de saúde receberão treinamento presencial, com foco na detecção precoce do câncer bucal e na
aplicação do novo Sistema de Estadiamento Clínico dos Tumores Malignos estabelecido na oitava edição do American
Joint Committee on Cancer Stading Manual. Além disso, serão orientados a utilizar as ferramentas do telessaúde na
educação continuada. Será fornecido apoio técnico para que os casos novos de câncer bucal atendidos no Hospital
Santa Rita e HUCAM (2019-2020) sejam submetidos à avaliação da profundidade de invasão tumoral (HE) e status da
infecção pelo Papilomavirus Humano (imunohistoquímica p16). Espera-se com o treinamento que, ao final do projeto,
todos os profissionais das equipes multidisciplinares estejam aptos a reconhecer lesões precursoras e lesões suspeitas, e assim estarem aptos para realizarem a detecção precoce do câncer bucal utilizando o novo sistema de
estadiamento dos tumores malignos. O estudo de custo da doença, expresso em valores monetários, poderá auxiliar na
tomada de decisões no setor saúde.

Data de início: 2019-01-01
Prazo (meses): 24

Participantes:

Papel Nomeordem decrescente
Aluno Doutorado Anna Clara Gregorio Có
Aluno Mestrado Camila Batista Daniel
Aluno Mestrado Jéssica Graça Sant'Anna
Aluno Mestrado Pamela Ribeiro da Silva
Aluno Doutorado Paola Fernandes Pansini

Páginas

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Marechal Campos, 1468 - Bonfim, Vitória - ES | CEP 29047-105