Estudo populacional retrosprospectivo da superexpressão de Claudina 16 em câncer de ovário: avaliação de candidato a biomarcador prognóstico/terapêutico

Resumo: O câncer de ovário (CAOV) é a neoplasia mais letal dentre todos os tipos de câncer ginecológico. Atualmente, não existem testes eficientes para detectar precocemente o CAOV conseqüentemente, a maioria dos casos (67%) são diagnosticados em estágios tardios, correspondentes à prevalência de metástases disseminadas com taxa de sobrevida de 5 anos em torno de 28,5%. Esses dados refletem a necessidade de entender os mecanismos da modulação da expressão gênica durante o processo de transformação maligna e de identificar biomarcadores úteis para reverter esse perfil. Estudos feitos pelo nosso grupo identificaram que a claudina 16 é superexpressa no CAOV. Porém, normalmente, ela só é expressa nos rins e glândulas salivares. Estudos funcionais em células de CAOV modificadas mostraram que essa alteração fenotípica pode estar associada à modificações nas propriedades de permeabilidade e capacidade invasiva do CAOV. Assim, o objetivo do projeto é avaliar a aplicabilidade da claudina 16 como um novo biomarcador prognóstico/terapêutico para o OVCA. Para tanto, faremos um estudo populacional retrospectivo do CAOV e utilizaremos as técnicas de qRT-PCR e imunohistoquímica para avaliar a superexpressão do gene. Dessa forma, esperamos criar perspectivas futuras de desoneração dos sistemas de Saúde por otimizar as condutas clínicas e terapêuticas conduzidas para CAOV.

Data de início: 2009-05-01
Prazo (meses): 24

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Aluno Doutorado Marcela Ferreira Paes
Colaborador ALEX ASSIS DE CARVALHO
Coordenador Leticia Batista Azevedo Rangel
Vice-Coordenador Ian Victor Silva
Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Marechal Campos, 1468 - Bonfim, Vitória - ES | CEP 29047-105