ESTUDO de Formulações Enzimáticas Envolvendo
β-tripsina Bovina Com Maior Atividade e Estabilidade
em Função da Concentração de Íons para Atuação Em
sistemas de Detergentes e Saponáceos Comerciais

Nome: Antonio Victor Baioco Vasconcelos
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 24/06/2020
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Alexandre Martins Costa Santos Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Alexandre Martins Costa Santos Orientador
Lucas Bleicher Examinador Externo
Lucas Cunha Dias de Rezende Examinador Interno

Resumo: A limpeza doméstica é uma atividade diária em todo o mundo, em que bilhões de
pessoas usam detergentes para limpar suas roupas, pratos e assim por diante. As
enzimas são adicionadas aos detergentes para obter a "limpeza catalítica", criando
assim fragmentos menores dos constituintes da mancha, o que, por sua vez, facilita
a ação química de limpeza dos surfactantes. Detergentes domésticos são a
aplicação mais importante de enzimas industriais, representando 50% do total de
vendas. Muito progresso foi feito nas últimas décadas na elucidação das relações
funcionais estruturais das enzimas. Além disso, tem-se um maior conhecimento
sobre os mecanismos de limpeza, as técnicas de produção e formulação das
enzimas. Neste trabalho experimental, desenvolvemos um estudo físico-químico e
das propriedades biológicas da isoforma β-tripsina bovina relacionados a
concentração de íons que podem ser usadas na formulação de detergentes. A
atividade enzimática desta isoforma demonstrou ser influenciada pela concentração
de cátions, porém não foi observada uma mudança significativa para os ânions na
faixa de 0 a 20 mmol⋅L
-1
. Para a série iônica de cátions, o íon metálico cálcio
mostrou-se mais efetivo, porém em concentrações baixas, entre 5 e 10 mmol⋅L
-1
,
diferentemente do relatado pela literatura para a interação deste íon com a enzima.
O monitoramento do efeito do íon Ca2+ sobre a conformação da proteína por
espectroscopia de fluorescência em meio ácido mostrou que as mudanças
conformacionais induzida na estrutura são consideradas pequenos ajustes
conformacionais, não induzindo assim o aumento da fração de moléculas
desnaturadas. A análise termodinâmica do sistema de enzimas sob a influência de
CaCl2 mostrou que as mudanças provocadas pela adição de CaCl2 até 20 mmol⋅L
-1
atuam principalmente nos parâmetros termodinâmicos de cooperatividade e
capacidade calorífica diminuindo ambos. Além de que a adição de íons cálcio acima
da concentração de 10 mmol⋅L
-1
tem um efeito pronunciado na desestabilização
protéica. Assim, as concentrações típicas de 20 mmol⋅L
-1 mostram-se
desestabilizadoras em ambos os sistemas testado. Portanto, com a determinação
dos parâmetros biológicos e físico-químicos em relação à enzima com íons em
solução, principalmente os termodinâmicos, poderemos iniciar a segunda fase do
projeto da formulação do sistema detergente com a β-tripsina.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Marechal Campos, 1468 - Bonfim, Vitória - ES | CEP 29047-105