Estudo multidisciplinar relacionado às possíveis alterações de memória encontradas na população idosa da grande Vitória - EMP

Resumo: O rápido envelhecimento da população aliado à baixa velocidade no desenvolvimento de novos e eficientes métodos de prevenção e tratamento das doenças associadas ao envelhecimento (DAE) propiciou um novo panorama na saúde pública latino-americana, mostrando uma maior incidência de doenças crônicas como a hipertensão, a aterosclerose, a osteoporose, doenças neurodegenerativas como Doença de Alzheimer (DA) e Doença de Parkinson. Pelo menos 35,6 milhões de pessoas no mundo sofrem com problemas decorrentes de alterações de memória, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). A estimativa é que até 2030 esse número aumente para 65,7 milhões e até 2050 para mais que o triplo, cerca de 115,4 milhões, sendo que a mais prevalente é DA. O objetivo do presente projeto é determinar biomarcadores associados a diferentes graus de déficit cognitivo numa coorte de idosos estabelecida entre moradores da grande Vitória, ES, Brasil. Acreditasse que através desta pesquisa poderá, futuramente, determinar uma relação entre fenótipos, genótipos, gêneros sexuais e idade no que tange a demência associada ao envelhecimento. Para tanto, utilizar-se-á uma abordagem multidisciplinar envolvendo desde avaliação clínica até identificação de alterações genéticas em moléculas com possível relação com o processo demencial. Por fim, se espera que estes resultados possam levar ao melhor entendimento dos processos associados a função cognitiva, durante o envelhecimento.

Data de início: 2015-11-04
Prazo (meses): 36

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Aluno Doutorado Rafaella Papalino Lopes Magnago
Coordenador Ian Victor Silva
Pesquisador Diego França Pedrosa
Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Marechal Campos, 1468 - Bonfim, Vitória - ES | CEP 29047-105