Summary: Devido a problemas com a identificação de espécies animais baseando-se apenas em sua morfologia, novos métodos para a identificação de espécies estão sendo desenvolvidos, dentre eles a identificação por meio do DNA. Um desses métodos corresponde ao código de barras de DNA, o qual utiliza iniciadores universais para amplificar e analisar uma região específica do DNA mitocondrial. Esse método pode vir a ser muito útil na identificação de animais que ficaram muito desfigurados após serem atropelado, por exemplo, fato este que impossibilita a identificação morfológica dos mesmos. Sendo assim, o objetivo deste projeto é realizar a identificação de 200 amostras de animais atropelados no trecho da BR 101 que corta a Reserva Biológica de Sooretama-ES. Para isto, o DNA das amostras será extraído e a subunidade I do gene COI do DNA mitocondrial das mesmas será amplificado por PCR, sendo em seguida sequenciado. Os resultados do sequenciamento serão confrontados com o banco de dados Barcode of Life Data Systems (BOLD) na tentativa de identificação das espécies. Com os resultados deste projeto, espera-se que o código de barras de DNA possa ser utilizado como ferramenta para entender melhor o impacto da rodovia sobre as espécies presentes nesta reserva.

Starting date: 2013-11-11
Deadline (months): 48

Participants:

Rolesort descending Name
Coordinator * Greiciane Gaburro Paneto
Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Marechal Campos, 1468 - Bonfim, Vitória - ES | CEP 29047-105