Integração entre a Atenção Básica e a Atenção Especializada para o enfrentamento do câncer bucal no Espírito Santo

Resumo: O câncer de cabeça e pescoço (CCP) é o sexto mais comum mundialmente e responsável por 177.384 mortes ao ano,
sendo que para o Biênio 2018/2019 são estimados 410 novos casos no Espírito Santo (ES). Apresenta alta taxa de
morbi-mortalidade com elevados índices de recidiva e sobrevida de 50% em 5 anos. Isto deve-se principalmente ao
diagnóstico tardio decorrente de dificuldades de acesso aos serviços de saúde e das limitações técnicas das equipes
de saúde para realizarem a detecção precoce. O estudo exploratório pesquisa-intervenção de abordagem
quali-quantitativa objetiva elaborar estratégias efetivas de detecção precoce do câncer bucal no Sistema Único de
Saúde do ES com base no diagnóstico epidemiológico e estudo de custo da doença, promovendo uma maior
integração entre a Atenção Básica e a Atenção Especializada para o enfrentamento do câncer bucal no Espírito Santo.
O diagnóstico epidemiológico será realizado com informações obtidas no banco de dados do Estudo InterCHANGE
(2011-2021) e o estudo de custo será norteado pelas diretrizes do Ministério da Saúde/Rede Brasileira de Avaliação de
Tecnologia em Saúde a partir de dados secundários extraídos do DATASUS. Médicos, cirurgiões-dentistas e agentes
comunitários de saúde receberão treinamento presencial, com foco na detecção precoce do câncer bucal e na
aplicação do novo Sistema de Estadiamento Clínico dos Tumores Malignos estabelecido na oitava edição do American
Joint Committee on Cancer Stading Manual. Além disso, serão orientados a utilizar as ferramentas do telessaúde na
educação continuada. Será fornecido apoio técnico para que os casos novos de câncer bucal atendidos no Hospital
Santa Rita e HUCAM (2019-2020) sejam submetidos à avaliação da profundidade de invasão tumoral (HE) e status da
infecção pelo Papilomavirus Humano (imunohistoquímica p16). Espera-se com o treinamento que, ao final do projeto,
todos os profissionais das equipes multidisciplinares estejam aptos a reconhecer lesões precursoras e lesões suspeitas, e assim estarem aptos para realizarem a detecção precoce do câncer bucal utilizando o novo sistema de
estadiamento dos tumores malignos. O estudo de custo da doença, expresso em valores monetários, poderá auxiliar na
tomada de decisões no setor saúde.

Data de início: 2019-01-01
Prazo (meses): 24

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Aluno Mestrado Pamela Ribeiro da Silva
Aluno Mestrado Camila Batista Daniel
Aluno Mestrado Jéssica Graça Sant'Anna
Coordenador Sandra Ventorin von Zeidler (M/D)

Páginas

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Marechal Campos, 1468 - Bonfim, Vitória - ES | CEP 29047-105